Há 10 anos.

screenshot_20170215-174956-1

Desenterrei esta foto terrível só porque ela é muito especial. ❤

Há 10 anos, num acampamento de carnaval, algo novo aconteceu em nossas vidas.

Dia 18 de Fevereiro de 2007 foi um dia marcante. 

Não creio que eu fosse de fato convertida até esse momento. Embora tenha nascido num lar cristão e me batizado aos doze anos, minha religião era meramente externa, talvez para agradar aos meus pais. No auge dos meus 15 anos, meu maior anseio era poder fazer tudo o que os meus amigos faziam. Eu queria ser “livre”. Minha ida ao acampamento foi a contragosto. Eu estava mergulhada num abismo espiritual tão profundo que minha resolução para aqueles dias era que se nada acontecesse ali, se aquele vazio que estava me esmagando não fosse preenchido, eu ia me desprender de todas as regras religiosas “impostas” pelos meus pais e experimentaria aquilo que de fato me atraia no mundo. Após anos fingindo que eu era cristã, eu estava à beira de um colapso. Simplesmente não conseguia mais fingir ser alguém que eu não era.

Mas naquela manhã de domingo algo mudou. Entre muitas lágrimas e soluços; ao som de “Renova-me, Senhor Jesus, já não quero ser igual. Renova-me, Senhor Jesus, põe em mim teu coração” minha vida mudou. Tudo o que eu conseguia fazer era chorar e confessar meus pecados, um misto de vergonha, dor, pesar; alívio, alegria e graça. Me senti infinitamente amada quando ouvi “… quanto amor Ele tem por mim e quanta dor sofreu por mim por amor…” logo por mim que o negara e me envergonhara dEle tantas vezes. Logo eu, cujos pecados Ele conhecia tão bem e diante de quem eu não podia me esconder.

Põe em mim Teu coração, porque tudo o que há dentro de mim necessita ser mudado Senhor.

Daquele dia em diante eu não me envergonhava mais do nome de Jesus. Meu desejo era falar a todas as pessoas quem Ele era e a alegria que explodia em meu coração por ter obtido Seu infinito perdão. Palavras não podem expressar minhas emoções.

Desde então, lá se foram 10 anos. A vida passou, às vezes depressa, outras em câmera lenta. Esse amor passou por altos e baixos, enfrentou tempestades, desertos, frieza, indiferença, mas também cresceu, se aprofundou, se tornou mais robusto, confiante, firme e ainda assim tão dependente, tão necessitado. Aquele mesmo Deus que me chamou naquela manhã  de domingo continua caminhando comigo, Ele continua me levantando a cada tropeço, me perdoando a cada pecado, me amando. Embora eu saiba que nossa história não começou naquela manhã, – pois, Ele me escolheu antes que os dias pudessem ser contados – aquele dia foi um marco em minha vida e merece ser lembrado e celebrado todos os dias.

Se sinto falta daqueles primeiros dias?! Confesso que foram maravilhosos e únicos. Eu andava nas nuvens, o coração transbordava, não via a hora de estar a sós com Deus e me perdia no tempo. Apesar disso, não trocaria, de modo algum, estes 10 anos por aqueles primeiros dias. Hoje, mais madura, enxergo a Deus melhor do que O enxergava há 10 anos e não retrocederia 1 cm dessa visão. Sua Palavra tem me ferido ao longo desses anos e eu sou infinitamente grata por ter sido achada digna de receber essas feridas. Por meio delas, Deus tem me moldado, me curado. Meus olhos, antes cegos, hoje podem enxergar melhor, ainda que como por espelho. É como ilustrou C.S. Lewis em suas Crônicas de Nárnia:

– Aslam, como você está grande!
– É porque você está mais crescida, meu bem.
– E você, não?
– Eu, não. Mas, à medida que você for crescendo, eu parecerei maior a seus olhos.

À medida que nós caminhamos na fé, Deus se torna maior aos nossos olhos. Não porque Ele cresceu, pois que é imutável, mas porque nós crescemos.

Hoje posso dizer, sem medo, que Cristo é meu e eu sou dEle, posso viver e morrer convicta de que Ele me tem para sempre. Todas as crises, todas as quedas me trouxeram até aqui. Louvo a Deus porque sei que essa obra não foi minha (graças a Deus!). Ele a começou e tem cumprido fielmente e assim será até o fim. Eu não O busquei, mas, Ele me achou e me amou quando eu o desprezava.

“Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração”

(Os 2:14)

Gratidão é o que sinto em meu coração. Louvores é o que oferecerei a Ele enquanto eu viver. Minha vida mudou. Houve momentos em que eu quis desistir. Parecia que a vida seria mais fácil longe do Senhor, mas Ele nunca me deixou, com cordas de amor me prendeu e tem me mantido junto dEle. Graças a Deus por isso. Não existe maior amor, maior experiência, maior alegria do que ser amada e aceita por Deus, apesar de mim.

E essa foto carrega um grande significado, pois, essa minha irmã querida esteve comigo e vivenciamos juntas esse banquete que o Senhor preparou para nós naquela manhã tão linda. Mu, você sabe que Deus selou nossos corações nesse dia para sempre, mesmo “longe”, Ele ele nos fez irmãs porque nos adotou juntinhas e nós sentimos no fundo do nosso ser essa união espiritual que corre em nossas veias. Te amo minha irmã, começamos juntas e chegaremos juntas ao nosso destino final. Sempre estarei aqui para ajudá-la a levar fardo, sabes disso.

Que Deus nos ajude minha linda.

Feliz 10 anos de vida nova em Cristo.

Que vivamos para comemorar mais 10 anos e se não vivermos até lá, não tem problema, pois é certo que estaremos num lugar onde os anos já não terão importância.

Afinal, o que são 10 ou 20 anos diante de toda a eternidade?! ❤

“A graça que te trouxe aqui manterá você fiel a mim” (Os Arrais)

De alguém que foi e tem sido diariamente alvo da graça do Bom Deus ❤

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade, para louvor da glória de sua graça, que ele nos concedeu gratuitamente no Amado, no qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça, que Deus derramou abundantemente sobre nós em toda a sabedoria e prudência, desvendando-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu como as da terra; nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo; em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, até ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória. (Efésios 1:3-14)

No Amor de Cristo,

Prisca Lessa

Advertisements

2 thoughts on “Há 10 anos.

  1. Munique says:

    Lágrimas e lágrimas outra vez…
    Cara, OBRIGADA por ter escrito esse texto, por ter desenterrado essa foto, que na verdade parece horrível, mas é linda, porque nesse dia nos tornamos filhas, não apenas servas, mas filhas e, independente de quantas crises vierem, Ele nunca deixará de ser nosso e nós nunca mais deixaremos de ser dEle.

    Eu sempre vou te amar de um modo profundo, pois era você, ali do meu lado, como se estivéssemos diante dEle lavando seus pés com lágrimas e entendendo o motivo de nossas vidas…

    O engraçado é que a música que me marcou desse dia foi “quanto amor, quanto amor Ele tem por mim… A razão de tão grande amor foi mostrar que a minha vida tem valor, sou tão precioso para Deus que Ele deu o seu filho pra morrer na cruz por mim…”
    Mesmo juntas, a experiência de cada uma foi única e especial!

    Obrigada por ter se tornado minha irmã mais velha naquele dia especial! Eu te amo!

    • teologiaparamulheres says:

      Ouun minha linda! Que bom ler isso. Isso nunca saiu da minha mente, só Deus sabe como aquela dias foram importantes pra nós. Sim, nos tornamos filhas e isso é lindo. É exatamente essa imagem que tenho, como se estivéssemos aos pés de Jesus lavando seus pés com nossas lágrimas. Obrigada por isso Mu. Com certeza, daquele dia em diante nos tornamos irmãs e você a minha caçulinha. Te amo ❤

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s