Errar é (DES)Humano

image

Se errar é humano, afinal, o que é SER HUMANO?

Quantas vezes você já ouviu e até mesmo disse essa frase “errar é humano”?  Geralmente a usamos para justificar nossos erros, aliviar nossa consciência, ela traz aquela sensação de “Ufa, ainda bem que errar é humano, me sinto melhor”. Ela se apóia no próprio homem (que erra) para criar um padrão de conduta! Um tanto absurdo não?! Não sei de onde surgiu esta frase, mas ela está mais para uma psicologia humanista do que para um ensino bíblico. No entanto, milhares de cristãos, incluindo EU e você anunciam isso com convicção.
“E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto.” (Gênesis 1:27,31)
Quando Deus criou Adão e Eva, Deus viu que tudo o que havia feito era bom, não havia mal, não havia erro no ser humano, ele era bom e não vinha com defeito de fábrica, pois foi feito perfeito à imagem e semelhança de Deus. Ambos receberam da parte de Deus um mandamento que estavam aptos a cumprir e quando eles erram (desobedecendo), eles logo tomam consciência de que errar não é a coisa certa a se fazer e são tomados pela culpa.
O fato é que desde o início, a Bíblia nunca nos disse que errar é humano, muito pelo contrário, Deus condena o erro. Após a Queda, Deus não disse ao casal: “Tudo bem, errar é humano ;)✌”, aliás, foi justamente porque eles erraram e corromperam sua humanidade é que Cristo teve que se tornar humano (o segundo Adão, o descendente da mulher) e veja que a Bíblia não nos deixa dúvidas de que Cristo foi homem, perfeito e que Ele não errou. Bem, se errar fosse humano, não teria Cristo nosso Senhor errado? Ele é o ser mais humano que já andou sobre a face da Terra,  mas não cometeu um erro sequer em todos os dias de sua vida. Se errar fosse humano, não haveria pelo que Cristo morrer, aliás, se errar fosse humano, nem nós deveríamos morrer, uma vez que não há mal algum em errar, estaríamos sendo condenados à morte por sermos humanos?! Se errar é humano, algo está ERRADO. Deus criou Adão à sua imagem e semelhança, perfeito, ser humano tem a ver com ser semelhante a Deus, e como Deus é? SANTO e perfeito.
A nossa própria consciência nos acusa, quando erramos. Se fosse o ideal/natural, não nos sentiríamos culpados diante do nosso erro nem ofendidos mediante o erro do outro, no entanto, algo dentro de nos julga e julga aos outros apontando que o erro é uma transgressão, até mesmo uma criança quando erra se esconde, exatamente como nossos primeiros pais fizeram no Éden e quando alguém erra com ela, seu senso de justiça (ainda que deturpado) apita mostrando que algo não está certo, a própria consciência mostra isso. Cristo veio para nos mostrar aquilo que deveríamos ser naturalmente mas que por causa do pecado se tornou impossível sem a intervenção direta de Deus. O homem não consegue não errar. Não porque foi criado assim, mas porque está doente, débil em suas faculdades naturais, o erro não deveria trazer consolo, mas sim apontar que algo está errado e que precisamos de ajuda! Cristo é a nossa ajuda, na realidade ele é o modelo com o qual devemos nos comparar e perceber que o erro está em nós, no entanto, quando Ele veio ao mundo, aqueles que se diziam muito humanos o mataram, porque ao olhar para Ele se sentiram acusados, imperfeitos, pecadores, mas ao invés de reconhecer suas culpas e pedir a Cristo: “Bom mestre o que devo fazer para ser como Tu?”, eles acharam que matando-o calariam sua voz e a voz de suas próprias consciências. Eu entendo porque Cristo era tão odiado, sejamos francos: você não se sente humilhado quando encontra alguém muito bom? Muito santo? Não dá vergonha de si mesmo? Se se tratando de homens imperfeitos nos sentimos assim, imagine estar face a face com personificação da Santidade, da pureza, bondade e retidão?! Ao amar as pessoas, todos ao seu redor se constrangiam. Lembre-se daquele episódio: uma mulher pega em adultério é levada diante de Jesus para ser julgada, e então Cristo com sua justiça, Ele é tão justo, que constrange aqueles homens que se achavam justos, então eles percebem que na realidade eram pecadores e se retiram; o jovem rico, que se julgava tão justo, se depara com Jesus e vai para sua casa triste ao perceber que ele não era verdadeiramente humano como pensava. Pedro, se achava o maioral entre os discípulos, até que um dia se depara com a GRANDEZA de Jesus e diz: “Senhor, retira-te de mim porque sou pecador”. Mas, nem todos os homens que se depararam com Cristo viram que tudo neles estava errado, a maioria infelizmente, cegos pela sua humanidade caída, achavam que “errar é humano”, portanto, não havia nada de errado com eles, Cristo é que estava errado! Não era normal ser assim perfeito, “vamos matá-lo para aliviarmos nossa sensação de culpa, vivíamos tão bem antes dele chegar e nos fazer sentir tão errados, ma nós não estamos errados, Ele é quem está, crucifica-o!” Seu crime? Ele foi PERFEITO, ele foi homem, a imagem do Deus invisível, vivendo a vida que não fomos capazes de viver devido a Queda.
Portanto, “ninguém é perfeito” não devia ser uma frase pra servir de consolo, mas um lembrete do quão abaixo do padrão o pecado nos levou, e o quanto nós precisamos de um salvador. O fato de todo mundo fazer só mostra o quão perdida está a humanidade, não há um justo, nenhum sequer, não há ninguém que faça o bem, pois todos se desviaram! Mas veja, que a psicologia humanista tenta aplacar a nossa consciência com frases anestésicas que nos fazem sentir melhores: “se aceite”, “errar é humano”, ” acredite em você”, “confie no seu coração” “seja você mesmo”, como se nós pudéssemos ser o padrão ideal para nós mesmos! Veja o contraste, a palavra de Deus não traz nenhuma dessas frases, no entanto elas estão tão presentes em nosso vocabulário (cristão) quanto no de um cético, a verdade é que a palavra de Deus quase sempre me faz sentir como aqueles homens que deixaram suas pedras pelo caminho e foram para casa refletindo, ou como Pedro ao se deparar com sua incapacidade de SER HUMANO. A palavra de Deus não me diz que “errar é humano”, ela me diz que errar é consequência do pecado, portanto, “arrependa-se”. Ela não me diz “confie e siga o seu coração”, ela me diz “enganoso é o coração do homem mais do que todas as coisas”, percebe o contraste? E como nós cristãos, sem perceber, aceitamos as “verdades” do mundo tão contrárias a palavra de Deus…
O padrão de Deus para o homem é “sede santos, porque eu o Senhor Sou Santo”, Deus não diminuiu seu padrão, mesmo após a Queda e por isso precisamos de um Salvador, um novo representante por meio de quem somos considerados perfeitos diante de Deus.
Cristo o varão perfeito: homem perfeito, nos mostrou o que é SER HUMANO. O pecado nos desumanizou ao ponto de acharmos que nosso rosto desfigurado representa a real figura daquilo que deveríamos ser. Se você quiser saber o que é ser humano, pare de olhar para os homens deste mundo, olhe para Cristo, pare de se comparar aos outros. Os judeus na época de Jesus se espelhavam nos fariseus, no entanto, eles eram tão desumanos, tão longe da pessoa de Cristo que Cristo os crítica duramente. Ser humano não é ser como as pessoas “boas” deste mundo, é ser como Cristo, devemos classificar o que é humanidade e desumanidade com base em Deus e não no homem. Quanto mais distantes de Cristo, mais desumanos, quanto mais perto de Cristo, mais humanos, isso é assombroso, porque mostra que até mesmo um religioso distinto como um fariseu, bom, misericordioso e generoso aos nossos olhos pode ser completamente reprovável (desumano) aos olhos de Deus. Ser humano não tem a ver primordialmente com a forma com que eu me relaciono com as pessoas, mas com Deus. Substituímos a religião de Deus pela religião dos homens. Cristo é a perfeita humanidade, desde o princípio o plano de Deus era que fôssemos semelhantes ao Filho, apesar da consequência do pecado, em Cristo nascemos de novo e recebemos um novo coração, uma nova natureza, mesmo que ainda lutemos contra o pecado, a Bíblia nos garante que chegaremos a estatura de Cristo: o varão perfeito. Ele é a plenitude da humanidade, um ser humano genuíno, Ele cumpriu em si mesmo o propósito para o qual nós fomos criados: glorificar a Deus.
Em Cristo temos o padrão a ser vivido, no entanto, isso NÃO SIGNIFICA que uma vez convertidos não vamos mais errar até que Cristo volte (pudera!), 1 João 2:1-2 diz: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados”. O que o apóstolo João está nos dizendo é que devemos nos esforçar, pois recebemos essa capacidade por meio do sacrifício de Cristo, no entanto, ainda falharemos porque não fomos aperfeiçoados, mas a diferença é que quando falharmos, nosso discurso não deve ser “errar é humano”, sabe por que? Porque o erro humano custou a vida do nosso Senhor, o meu erro e o seu é tão grave diante de Deus que Cristo teve que morrer, errar é tão desumano que fez homens que se diziam muito humanos crucificarem o Messias. Por isso, João nos fala que quando pecarmos, devemos nos lembrar que Cristo pagou pelos nossos erros, que custou caro para Ele, mas que pela graça, podemos ir a Ele e ser perdoados, não há mais acusação, em Cristo não somos mais desumanos, menos errado. Isso não é maravilhoso?! Cristo é a propiciação, o sacrifício que nos faz ser perdoados mesmo sendo imperfeitos (pois Ele foi plenamente humano em nosso lugar)! Vivamos como Cristo e não conforme o mundo, porque não somos do mundo, renovando nossa esperança de que haverá um novo céu, uma nova terra e enfim nos tornaremos o que devemos ser: perfeitos como Cristo! Que Deus nos ajude a sermos homens e mulheres genuínos, humanos como Cristo!

No Amor se Cristo,

Prisca Lessa

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s