Geração Humpty Dumpty

image

Nossa geração poderia ser chamada de “Geração Humpty Dumpty”.
Humpty Dumpty é um personagem no livro Alice no País das Maravilhas, ele acredita que pode usar as palavras e dar a elas o significado que ele mesmo escolheu para elas, segue um trecho do diálogo entre ele e Alice:
– “Quando uso uma palavra”, diz Humpty Dumpty em tom levemente sarcástico, “ela significa exatamente aquilo que escolhi como significado, nem mais nem menos”.
– “A questão é”, retruca Alice, “se você pode fazer as palavras terem significados tão diferentes”.
– “A questão é”, replica Humpty Dumpty, “quem é o chefe, só isso”.
A questão Humpty Dumpty, é que HÁ um chefe e o grande problema da nossa geração, conscientemente ou não, é negar que há esse Chefe Supremo e que toda definição parte dele. Dar outro significado às palavras é desprezar o dicionário, é declará-lo inútil, ainda que não se expresse isso verbalmente, é dizer “eu não preciso de um dicionário, eu não preciso de definições quando posso criá-las por mim mesmo. Eu posso dar minhas próprias definições. Que legal que existe dicionário, mas não serve para mim.”
A Bíblia (que é a palavra revelada de Deus) é como um dicionário, na realidade eu diria que ela é o maior dicionário do mundo e o primeiro de todos, pois dicionários definem palavras enquanto a Bíblia define não só a palavra, mas toda a existência. Ninguém que viva no mundo real vai até o dicionário e questiona o significado de suas palavras, diz que é tudo uma mentira e decide dar outro significado a elas, pessoas muito mais capacitadas fizeram isso muito antes do meu bisavô pensar em nascer. Ninguém vai até o dicionário e diz: eu não concordo com o significado dessa palavra, então e vou redefiní-la e usar como eu ACHO que deve ser.
É insensatez, eu até “posso” fazer isso, mas não faz sentido, eu estarei saindo da realidade (não é à toa que Humpty Dumpty vive num lugar chamado País das Maravilhas). A Palavra de Deus não é um livro aberto à opiniões pessoais e redefinições, ela é a própria DEFINIÇÃO, ela não traz apenas um ponto de vista de Deus para melhorar minha vida, ela define como a sua vida deve ser, o padrão que ela deve ter. Sou eu quem precisa do dicionário e não ele que precisa de mim, ainda que eu não concorde, minhas opiniões que surgiram ontem não afetam esse Dicionário que surgiu muito antes de mjm. Humpty Dumpty acha que o mundo gira em torno de suas opiniões, mal sabe ele que é por causa do significado das palavras que o mundo chegou até ele e que se queimarmos todos os dicionários, o mundo como o conhecemos simplesmente deixará de existir. O mundo só é mundo por causa da palavra de Deus. Tudo era caos, até que Ele falou. A questão não é como eu acho que algo deve significar, é o que ela de fato significa, ainda que eu a use erroneamente, isso não mudará o padrão que Deus estabeleceu. Não falo aqui apenas das novas “definições” de família, gênero e assuntos semelhantes, falo principalmente àqueles que são cristãos mas que vivem no País das Maravilhas e acham que podem simplesmente escolher as palavras que lhe são convenientes e ignorar toda a mentalidade bíblica segundo a qual deveriam viver. A Bíblia precisa ser vivida, Deus nos deu sentido e direção para todas as áreas da nossa vida: comer, beber, vestir, trabalhar, casar, criar filhos, agricultura, astronomia, medicina, absolutamente tudo! Ele tem uma definição e nós precisamos nos voltar para sua Palavra a fim de ouvi-la. Nossa geração vive no País das Maravilhas, mas é hora de acordar do sono e viver à luz das Escrituras, essa é a única saída para esse mundo tenebroso! #solascriptura

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s