Moda, e agora?

Essa não é a primeira e provavelmente não será a ultima vez que faço uma crítica (“destrutiva”) aos atuais padrões da moda. Para ser sincera, não acompanhei os desfiles das semanas de moda aqui no Brasil, mas ao fim de tudo, foi possível constatar a profunda falta de criatividade da maior parte dos estilistas. Tudo bem que “nada se cria,tudo se copia”, mas e a sutileza? Aquela parte onde você finge que é original?!

Apesar da grande maioria não perceber, moda não envolve apenas roupas, envolve política, economia, religião, e o efeito globalização está cada vez mais presente naquilo que nos é proposto.

A cada desfile vejo menos características propriamente brasileiras e cada

"Os delírios de consumo de Becky Bloom" recomendo.

 vez mais imitações daquilo que é feito lá fora. Cores opacas, cortes retos, roupas pesadas, que, convenhamos, nada tem a ver com o clima e com as curvas da mulher –  público alvo de campanhas- brasileira, apesar disso nós apenas engolimos e gastamos nosso precioso dinheirinho na ilusão de que temos personalidade. Você é o que você veste, e niguém melhor do que VOCÊ para decidir o que é tem ou não tem a ver com sua personalidade. É legal sim estar antenado (ninguém precisa viver dentro de uma bolha de plástico), desde que você não deixe  a moda tornar-se uma ditadura.

 Consideremos o fato de que os estilistas inspiram-se cada vez menos no Brasil ao fazer suas criações, então veremos que tudo não passa de política e dinheiro, uma forma de adquirirmos uma cultura que não nos pertence e enriquecermos uma minoria que não se importa conosco. Pense.

Advertisements

2 thoughts on “Moda, e agora?

  1. Bruno Rodrigues says:

    Nada contra (nem a favor) com quem curte e segue as tendências da moda e tal, muito menos contra quem vive disse, pelo contrário. Quem vive da moda acho que é bem inteligente porque soube se aproveitar da futilidade de certas pessoas pra ganhar a vida. Porque pra mim é isso que é a moda, uma futilidade de pessoas egoístas, vazias e com dinheiro suficiente pra torrar dinheiro em roupas que as vezes são usadas somente uma vez. Não falo da autora do post, é claro. Aliás, gostei bastante do texto, mas têm gente que leva isso a sério demais e toma a moda como estilo de vida (¬¬). Mas, como gosto não se discute, paro por aqui. Bye bye!

  2. snow white13 says:

    Eu concordo que o Brasil tenha q valorizar tudo q tem de bom, nós deveriamos mostrar oq temos e não virar uma ”maquina de xerox” dos paises de fora.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s